Igreja Medieval: resumo, características


igreja medieval resumo características feudalismo idade média


Igreja Medieval: Características 


A Igreja Católica era a religião oficial do Ocidente e tinha grande influência e poder durante a Idade Média. Ela foi fundada por São Pedro (o primeiro papa, um dos discípulos de Jesus Cristo) e se tornou uma instituição muito poderosa durante o período medieval, influenciando todos os aspectos da vida humana.

A Igreja possuía muitos terrenos, acumulava bens móveis e imóveis, influenciava o comportamento e a conduta das pessoas, interferia na política e influenciava nas decisões políticas e na elaboração de leis. Ou seja: ela tinha poder econômico, social, político e jurídico. Ela também tinha o controle do conhecimento e do ensino, pois o domínio da leitura e da escrita era habilidade exclusiva dos padres. As escolas e bibliotecas eram vinculadas à Igreja Católica.

A fé e os dogmas da Igreja eram elementos constantes na sociedade medieval e determinavam o modo de agir e de se comportar das pessoas (o medo do inferno e a condenação do pecado intensificavam a força da fé e dos dogmas). A Igreja era tão poderosa que no ano 756 ela se transformou num Estado, ganhando um território próprio (doado pelo rei dos francos) chamado Patrimônio de São Pedro (atual Vaticano).

Sendo assim, a Igreja Medieval foi a instituição mais poderosa durante esse período feudal (leia mais sobre o Feudalismo clicando aqui). Ela era organizada em paróquias (dirigidas pelos padres), sendo que um conjunto de paróquias formava uma diocese (dirigidas por um bispo) e um conjunto de dioceses formava uma arquidiocese (dirigida por um arcebispo). O líder máximo da Igreja era (e continua sendo) o papa.

Ela era uma instituição tão poderosa que ninguém podia contrariar os seus dogmas (verdades absolutas). Para tanto, existia a Inquisição (Tribunal do Santo Ofício), que tinha como missão combater, perseguir e punir os hereges, tendo poder para torturá-los ou condená-los à fogueira.

As Cruzadas


A partir de 1096 a Igreja começa a perder territórios para os turcos (que eram islâmicos). Com o objetivo de reconquistar a Terra Santa (Jerusalém), a Igreja Católica organizou cruzadas militares (foram 8 Cruzadas principais). Saiba mais sobre as Cruzadas clicando aqui
Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »